Flores e rosas

Flores e rosas

Fodam-se as flores
os cravos
e as rosas

Fodam-se os escravos
a bastilha
e a revolução

Fodam-se o cotidiano
a ilusão
e a amante do patrão

Fodam-se a tristeza
a ignorância
e a intediante solidão

Fodam-se o ódio
a dor
e a folclorica população

Foda-se!

3 comentários:

  1. Fodam-se todos os governos
    os algodões-doces
    e também os cabeleireiros

    :D

    ResponderExcluir
  2. Não gostei desse rompante febril, porém , gratuito de revolta e indignação.

    ResponderExcluir