Devaneio de uma lua cheia

Ao longe
escuto passos,
perpasso,
ao som de cada calço,
o nervo,
eles param.
Parece que me escutam,
vigiam,
vem o arrepio,
penso,
novamente ouço.
Forte.
Mais forte,
mais...
morte!

4 comentários:

  1. Esse cara ta muito loco Oo

    ResponderExcluir
  2. muito bom.
    mais eu tambem acho que ele ta louco. :P

    ResponderExcluir
  3. Não entendo os comentários anteriores. Não sei se notaram, mas o título do texto é " devaneio". Por acaso é possível esperar alguma sanidade de um poema que se chama devaneio ?

    ResponderExcluir